Tudo sobre as barras paralelas!

Por 0 No tags Permalink 0

As barras paralelas são muitas vezes subestimadas por pessoas que não praticam Calistenia & Street Workout, mas quase sempre até que subam na mesma para tentar uma primeira vez. Conheça tudo sobre os benefícios desse equipamento!

Olá irmãos e irmãs ao redor do mundo!

Meu nome é Alex Sanches e hoje vamos falar das barras paralelas.

Os exercícios executados nas barras paralelas estão entre os melhores que você poderá executar dentro e fora das academias e você já vai entender porque digo isso.

Alguns exercícios como as dips nas barras paralelas são multiarticulares/compostos, ou seja, trabalham vários grupamentos musculares ao mesmo tempo como por exemplo o peitoral, os ombros e o tríceps.

Trata-se de um exercício que já exige um nível intermediário de força para ser executado de forma correta, principalmente quando falamos de dips (flexões nas barras paralelas) realmente profundas.

Alguns músculos recrutados para a execução das dips nas barras paralelas:

– Peitoral maior;
– Peitoral menor:
– Triceps braquial;
– Deltoide anterior;
– Grandes dorsais;
– Trapézio;
– Abdômen para estabilização;

É claro que a intensidade da participação de cada grupo muscular depende do ângulo das dips executadas na barra paralela, mas de forma geral é um exercício muito completo e de altíssimo gasto calórico.

Com uma pegada mais aberta, diagonal ou mesmo com a inclinação a frente do tronco nas barras paralelas você terá uma participação maior dos músculos do peitoral. Já com uma pegada mais fechada, com as mãos realmente paralelas ou apenas com a postura mais ereta sobre as barras, você terá uma participação maior dos tríceps na execução do movimento, além de todos os músculos sinergistas.

PQAAAFiqd4uZzowmOeQBJFw9LOyIfNHMHKCAqWD_ZZ07C2AzawqmVUxxQyUL_W-ZU_bWki25lasXHucyxXnArgI865YAm1T1UHHv-xAUAkvQRIGzj_8dJ4w2wOQz

Compartilho agora com você então algumas dicas para ampliar seus resultados a partir desse fantástico equipamento e suas possibilidade de exercícios:

1 – Valorize a fase excêntrica do movimento

No caso das dips nas paralelas, a descida ou fase negativa. Essa fase do movimento está relacionada com melhores ganhos de força e massa muscular;

2 – Treine com um peso além de sua carga corporal

Acrescentar sobrecarga através de caneleiras ou mesmo dip belts são fundamentais para o desenvolvimento muscular afim de manter-se sempre desafiado pelo treino. Progrida de forma gradativa subindo os pesos a cada 15 ou 20 dias.

3 – Varie cargas e repetições

Tenha em mente que ganhar massa muscular não significa treinar com poucas repetições e altas cargas, então depois de algumas semanas quando já estiver mais acostumado com seus treinos com sobrecarga, alterne-os afim de fugir da adaptação (estagnação) com treinos curtos e cargas mais pesadas, e depois treinos mais longos com altas repetições e cargas médias.

Isso o manterá progredindo, mas você também pode se fazer uso de outra técnicas avançadas como pré-exaustão, pirâmide e mais.

Se você ainda não faz parte da Lista Vip, aproveite e inscreva-se já, é gratuito.

Clique aqui para receber GRATUITAMENTE 3 vídeos de como começar a treinar da forma correta, mais 2 e-books exclusivos, 12 Receitas para Hipertrofiar e o e-book Hipertrofia Sem Mistérios.

E se você está em busca de motivação, inscreva-se aqui também GRATUITAMENTE para que eu te envie um super material que com toda certeza poderá transformar sua vida.

É isso ai, fico por aqui hoje!

Um forte abraço!

Alex Sanches

 

[Total: 7    Média: 3.6/5]

No Comments Yet.

Responder

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *